Galeria de Fotos

Novena de Fátima lembra a Família, santuário da vida e construtora da paz
Em seu sétimo dia, nesta quinta-feira, festa de São João XXIII, o “Papa bom”, a novena de Fátima motivou os devotos de N. Sra. a louvarem a Deus pelo dom da família e a pedirem sua intercessão para que esteja sempre e unicamente a serviço da vida e da paz.
Pe. Agostinho Dors, Pároco da Paróquia Imaculada Conceição, de Getúlio Vargas, com o vigário paroquial e equipe da mesma, presidiu o terço e a missa das 14h, concelebrada pelo Pe. Giovani Momo, do Seminário de Fátima. Na motivação inicial, Pe. Agostinho qualificou a família como santuário da vida e construtora da paz.
Com o salmo da celebração, a assembleia cantou: felizes as famílias que andam nos caminhos do Senhor. Na leitura, ouviu o desafio de Josué, sucessor de Moisés na condução do povo na chegada à terra prometida de servir ou não ao Deus libertador, antecipando a sua própria decisão: eu e minha família serviremos o Senhor. No evangelho, os devotos de Maria ouviram de Jesus que quem faz a vontade do Pai pertence à nova família que ele veio reunir em seu amor.
A partir destes textos, Pe. Isalino, responsável pela homilia, ressaltou que nesse dia a oração de todos era pelas famílias, pequenas igrejas ou igreja\s domésticas. Citou declaração do Papa Francisco, para quem as famílias são a esperança da Igreja e do mundo. Com seu testemunho, ajudam Deus a realizar seu sonho. Destacou também que família que reza unida permanece unida e irradia luz e paz, podendo ser apoio para outras famílias que, eventualmente, não vivem em paz. 
Alguns grupos de idosos participaram da missa – Recanto e Ternura, de São Valentim; Felicidade, Bairro Koller. Erexim; Associação Amigos Felizes, de Estação; um grupo de Getúlio Vargas.