Galeria de Fotos

Mesmo com chuva, crianças vivem sua Romaria de Fátima
O tempo chuvoso na manhã deste sábado, dia da última aparição de N. Sra. em Fátima, Portugal, em 1917, fez a organização da Romaria da Criança suspender a procissão prevista para as 09h, da Praça Jayme Lago (Bombeiros) à esplanada do Seminário e realizar orações previstas nela no interior do Santuário completamente lotado e muita gente fora dele sob guarda-chuvas.
Pe. José Carlos Sala presidiu a celebração com Pe. Giovani Momo e equipe formada por integrantes da Catequese, Infância e Adolescência Missionária, grupos de coroinhas, Pastoral da Criança, Pastoral da Juventude.
Grupo de canto formado por alunos da Escola Municipal de Belas Artes, Coral Santa Luzia do Bairro Atlântico e Colégio Franciscano São José, sob a regência da maestrina Ana Marta Popoaski e com o seminarista Thomas Ársego no teclado, alternou diversos cantos com as reflexões e orações. Nas orações, foram feitos pedidos pela paz na família e no mundo, pela saúde de todos, pelo Papa, bispos e padres, pelo cuidado com a natureza. Também muitas expressões de gratidão e de louvor a Deus.
O Evangelho da missa que narrava a visita de Maria a Isabel foi encenado.
Na sequência, Pe. Sala dirigiu breve mensagem, ressaltando que Maria, mesmo grávida, foi visitar sua prima para servi-la no que precisasse. Isto motiva a todos a viverem a atitude do serviço generoso, da convivência alegra, do cultivo do diálogo, da harmonia e da paz, evitando qualquer gesto, mesmo o olhar de agressividade.
Após a celebração, houve entrega de doces para as crianças e também para os adultos.
Encenação das aparições do anjo e de N. Sra. aos pastorinhos de Fátima
Depois de sua breve mensagem, Pe. Sala introduziu a encenação da aparição do anjo aos três pastorinhos, recomendando-lhes a oração e a serem crianças de paz. Pouco tempo depois de terem visto o anjo, os pastorinhos tiveram as seis aparições de N. Sra. Pediu-lhes a oração do terço e ensinou-lhes breve oração para cada dezena dele; pediu-lhes a devoção a seu Imaculado Coração; mostrou-lhes o inferno, mas falou-lhes do céu.
Pe. Sala concluiu ressaltando o pedido de N. Sra. de rezar muito. Motivou a todos, especialmente as crianças, a cultivarem sempre a oração e entoou o canto “o telefone de Deus é a oração”, acompanhado de gestos.
A encenação foi realizada por um grupo da Paróquia Santa Luzia, do Bairro Atlântico de Erexim.
A mensagem do Bispo para as crianças
Logo após a acolhida à imagem de Fátima, Pe. Sala convidou a todos a acompanhar a mensagem de Dom José. Ele manifestou sua alegria pela presença de tantas crianças com seus pais e outros familiares, dizendo ter certeza de que a Romaria da Criança é sempre muito esperada dentro da novena e da Romaria Diocesana. Ressaltou a importância da família na vida de cada pessoa, para a Igreja e para o mundo. Enquanto há família, há esperança de um mundo melhor e de vida feliz para todos. Estimulou os pais a serem presença constante na vida dos filhos. Exortou as crianças a amarem sempre seus pais, seus avós, a sua família. Desejo que Maria proteja todas as crianças, as que estavam presentes, as que não puderam estar e também aquelas que ainda estão no seio de suas mães.