Notícia

Dom José abre ano do centenário da Paróquia da Catedral

Em missa às 09h deste domingo de sol esplêndido e temperatura agradável, Solenidade da Assunção de Nossa Senhora, com destaque para a Vocação à Vida Religiosa dentro do mês vocacional, Dom José, no sexto ano de seu ministério episcopal na Diocese de Erexim, fez a abertura oficial das celebrações do ano do centenário da Paróquia da Catedral São José. A missa, nos 99 anos da Paróquia, foi concelebrada pelo Bispo emérito, Dom Girônimo Zanandréa, pelo Pároco e Vigário paroquial, Pe. Alvise Follador e Pe. Jean Carlos Demboski, pelo Coordenador da Pastoral Vocacional, Pe. Giovani Momo e pelo Pe. Geraldo Moro, que foi um dos vigários paroquiais. A celebração contou também com a participação do Diácono Pascoal Pozza, de muitos ministros e ministras, religiosos, delegações das 16 comunidades da Paróquia e do Coral N. Sra. de Fátima, regido pelo Pe. José Carlos Sala.

No começo de sua homilia, Dom José ressaltou o início das celebrações do ano do centenário da Paróquia São José, a vida e participação dos religiosos e religiosas no processo de evangelização da Diocese e recordou o primeiro ano de falecimento do senhor Idylio Badalotti, gerente da Rádio Difusão por 55 anos, que muito colaborou para que a mensagem de paz do Evangelho chegasse às famílias. Depois referiu-se à solenidade da Assunção de Nossa Senhora, oportunidade para se refletir sobre a misericórdia divina na história da humanidade, na história de cada pessoa, como a própria Virgem Maria o fez em seu hino de louvor a Deus pelas maravilhas que nela realizou. Enfatizou a dimensão da fé como peregrinação e fidelidade ao Senhor, a exemplo de Maria que foi servir a Isabel.

Abertura oficial do ano do centenário da Paróquia São José

Concluída a homilia, Dom José assim se pronunciou: Estimada comunidade, neste dia em que celebramos os 99 anos de criação da Paróquia São Jose, reanimamos em nós a alegria de sermos discípulos missionários de Jesus, Nosso Senhor. Na abertura deste ano centenário, trazemos em nós muitos sonhos e esperanças de quem aqui faz sua história desde o início de nossa Paróquia, com suas alegrias, trabalhos, suor e orações. Maria e São José continuem a nos apontar caminhos de Jesus Cristo, luz do mundo, para seguir. Cantamos alegres a glória de Deus nestes quase 100 anos, o centenário de graças, de fé e de evangelização. Declaramos, portanto, aberto, irmãos e irmãs, o ano do centenário da Paróquia Catedral São José.

Nesse momento, houve o toque festivo dos sinos e a execução do hino do centenário pelo Coral, enquanto representantes das 16 comunidades da Paróquia colocaram uma vela em frente ao banner de cada delas com a foto de seu respectivo padroeiro.

Imagem estilizada do padroeiro e agradecimentos do Pároco

Antes da bênção final da missa, a convite do Pároco, Dom José, a Irmã Ivaldina Basso, representante do Núcleo dos Religiosos da Diocese de Erexim, e Moacir Loat, Coordenador da equipe de liturgia da Catedral e em nome da Comissão do Centenário, colocaram a sexta peça no mosaico que formará, no final das celebrações do centenário no dia 18 de agosto do próximo ano, a imagem estilizada do padroeiro São José, a logo do centenário com seu tema, “Paróquia São José: 100 anos de fé e evangelização” e seu lema, “Com São José, alegres discípulos missionários de Jesus”. (A quinta peça foi colocada na véspera, dia 18).

Pe. Alvise externou agradecimento a Dom José, aos concelebrantes, aos ministros e ministras, às delegações das comunidades, ao Coral N. Sra. de Fátima e a seu regente, à Rádio Difusão e a diversos colaboradores. Concluiu ressaltando o início da caminhada rumo ao centenário da Paróquia, com celebrações, confraternizações, memória histórica até o dia 18 de agosto do próximo ano, às 17h, com a solene missa festiva de encerramento das comemorações. Disse desejar celebrar este “centenário de graças, de fé e evangelização” com o sentimento de reconhecimento e gratidão a todos os que fizeram e fazem parte desta bela história centenária, contando com a participação e colaboração de toda a comunidade, com a intercessão de São José, o padroeiro, e Nossa Senhora da Glória.

Tríduo preparatório à celebração de início do Ano do Centenário

Nos dias 15, 16 e 17, foi realizado o tríduo em preparação à celebração dos 99 anos da Paróquia e abertura das comemorações do ano do seu centenário.

A missa do primeiro dia do tríduo foi presidida pelo Pároco, Pe. Alvise Follador, com a participação especial do Colégio Franciscano São José. A celebração contemplou de modo especial a família, no contexto da Semana Nacional da Família. A partir do evangelho do dia, Pe. Alvise, na homilia, destacou alguns valores fundamentais para a vida, dignidade e santificação das famílias, como fé, oração, amor, perdão, solidariedade. Durante a homilia, alguns jovens levaram para frente alguns blocos em forma de tijolos, com palavras de valores da família mencionados com os quais formaram uma casa.

No início da celebração, 100 crianças do Colégio depositaram, junto ao altar, 100 flores representando a caminhada do centenário da Paróquia São José. Após a oração final da missa, Pe. Alvise explicou para a comunidade a construção do mosaico (quebra cabeça) com a imagem de São José e a logo do centenário, confeccionados-estilizados por Aurélio Fred, do Ateliê 15, de Minas Gerais.  São 40 peças a serem colocadas num quadro de um metro e quarenta centímetros por dois metros, ao longo das 40 celebrações previstas até a comemoração festiva dos 100 anos da paróquia, em agosto de 2019.

A primeira peça foi colocada pela Diretora do Colégio Franciscano São José, Irmã Silvana Arboit e pelo próprio Pároco.

O segundo dia do tríduo, a missa foi presidida pelo Vigário Paroquial, Pe. Jean Carlos Demboski, com participação especial do colégio Marista Medianeira.

A Diretora do Colégio Marista Medianeira, Cheila Milczarek, e o Irmão Canísio Pull colocaram a segunda peça no mosaico.

O terceiro dia contou com duas celebrações. Às 14h30, houve o encontro de oração do Apostolado da Oração das sete Paróquias da cidade. A coordenadora do apostolado da Oração da Catedral, Ivone Onhate e a da Diocese, Lisete Chiaradia, colocaram a terceira peça no mosaico que formará a imagem estilizada de São José.

Às 18h30, a missa teve a participação da Paróquia São Luiz Gonzaga, de Gaurama, que também está vivendo o ano de seu centenário. Foi criada no mesmo dia 19 de agosto de 1919. Aquela Paróquia esteve presente com seu Pároco, Pe. Ivacir João Franco, coral, coroinhas e em torno de 35 outras pessoas.

Dois de seus representantes, Dileta Dalmolin Dassi e Sadi Mores, colocaram a quarta peça no mosaico.

(Com informações da Catedral  São José e Fotos do Estúdio Elsa) - outras imagens, em acervo digital, galeria de imagens neste site.

----------------------------------------------------------------------------------------.

Íntegra da homilia de Dom José

Saúdo o bispo emérito Dom Girônimo Zanandréa, o pároco da Paróquia Catedral São José, Pe. Alvise Follador, o vigário paroquial, Pe. Jean Carlos Demboski; o promotor vocacional, Pe. Giovani Momo; o Pe. Geraldo Moro, o decano da família presbiteral, o mais idoso de nossa diocese, e em seu nome saúdo os diáconos e seminaristas aqui presentes. Saúdo com carinho as religiosas e religiosos, presentes na nossa Diocese de Erexim, lembrando todos aqueles e aquelas que prestaram longos anos de serviço e se encontram agora nas casas de repouso e enfermarias de suas congregações; neste domingo dedicado a eles no mês vocacional recordamos com amor e carinho os religiosos que muito contribuíram no processo de evangelização de nossa Diocese. Hoje também nos alegramos porque damos início às celebrações do centenário desta Paróquia dedicada a São José. Lembro também com carinho um ano de falecimento do senhor Idylio Badalotti que por muitos anos esteve à frente da Rádio Difusão e sempre contribuiu para que a mensagem de paz do evangelho chegasse às famílias. Saúdo igualmente as autoridades civis e militares, o povo de Deus presente aqui na Paróquia Catedral São José, os que nos acompanham através da Rádio Difusão e, com particular estima e afeto, os enfermos e seus familiares.

A Igreja Católica no Brasil celebra hoje a Solenidade da Assunção de Maria, mãe de Jesus, dos religiosos/as e nossa. É uma oportunidade para meditarmos juntos sobre a misericórdia de Deus na história da humanidade, mas também na nossa história pessoal, como fez Maria de Nazaré.

O texto do Evangelho, narrado por São Lucas, que ouvimos, diz que “Maria partiu... dirigindo-se apressadamente, a uma cidade da Judeia”, para ir ao encontro de Isabel. Não é apenas uma história de movimentos e de passos aquela da visita de Maria à casa de Zacarias e Isabel. É história da ação de Deus presente na vida daqueles que creem. Alegra-se Isabel e pula de alegria a criança que estava no seu ventre, ao receberem a visita do Senhor, presente no seio de Maria.

Queridos irmãos e irmãs em Cristo Jesus, crer é colocar-se a caminho! É deixar de lado o comodismo da indiferença, do egoísmo, do individualismo, da preguiça que se manifesta também no cultivo da fé e na participação na vida da comunidade. Crer não é somente esperar que algo aconteça na nossa vida, mas saber que aquilo que Deus prometeu já está acontecendo. Crer é viver e ter consciência de que Deus usa sempre a mesma metodologia de geração em geração, para manifestar-se ao mundo. É um Deus que não tem medo de aproximar-se dos pequenos, dos últimos, dos afamados e aflitos, para falar-lhes ao coração, com amor, ternura, compaixão e misericórdia. É um Deus potente, que fala ao coração dos poderosos e soberbos, através da figura de Maria, a humilde serva do Senhor.

Através do seu “sim”, Maria nos ajuda a entender aquilo que é necessário fazer para servir o Senhor: levantar-se, ser vigilante, colocar-se a caminho, ir ao encontro, para partilhar as boas notícias com alegria, sabendo que tudo é obra de Deus. Através do seu “sim”, ela nos ensina a ler a própria história à luz daquilo que Deus já realizou no passado, como fez no canto do Magnificat. Ela não se sente sozinha, mas sabe que Deus iniciou uma história com a humanidade e que esta história continua sendo escrita de geração em geração através da tua e da minha vida de fé, no crer na presença do Senhor Jesus ressuscitado, que caminha comigo e contigo nos momentos bonitos e também nas horas difíceis da nossa vida.

Crer é saber permanecer fiel ao Senhor e à vida de fé, mesmo partilhando com os que não creem a tua experiência de Deus. É saber confrontar-se com as novas realidades do mundo, sem deixar apagar no teu coração a luz da fé no Cristo Jesus, que recebeste de teus pais, na tua família e comunidade. É voltar a percorrer as mesmas estradas, vendo realidades novas, com horizontes infinitos, marcados pela presença do Deus da vida, que faz maravilhas e continua alimentando a esperança no coração de cada um de nós.

Não devemos ter medo do fato de que a vida é uma luta contínua, para vencer o mal e fazer resplandecer a luz do bem. Mesmo tendo que nos confrontarmos na vida com a experiência da morte em tantas pequenas provações cotidianas, podemos confiar no fato de que a nossa vida é colocada a serviço do reino de Deus.

A semente da ressurreição que já anima a nossa vida de cristãos é uma centelha que somos chamados a guardar com amor, para podermos alcançar luz e calor para nós mesmos e para os outros e podermos dizer continuamente: “O Senhor fez em mim maravilhas”.

Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo.

Estimada comunidade, Neste dia em que celebramos os 99 anos de criação da Paróquia São Jose, reanimamos em nós a alegria de sermos discípulos missionários de Jesus, Nosso Senhor. Na abertura deste ano centenário, trazemos em nós muitos sonhos e esperanças de quem aqui faz sua história desde o início de nossa Paróquia, com suas alegrias, trabalhos, suor e orações. Maria e São José continuem a nos apontar caminhos de Jesus Cristo, luz do mundo, para seguir. Cantamos alegres a glória de Deus nestes quase 100 anos, o centenário de graças, de fé e de evangelização. Declaramos, portanto, aberto, irmãos e irmãs, o ano do centenário da Paróquia Catedral São José.

 ----------------.

--- Programação do Ano do Centenário da Paróquia da Catedral São José

Distribuída por folheto

Paróquia da Catedral São José prepara seu Centenário

Tema: Paróquia São José: 100 anos de fé e evangelização

Lema: Com São José, alegres discípulos missionários de Jesus

Em 19 de agosto de 1919, o Bispo da Diocese de Santa Maria, Dom Miguel de Lima Valverde, a quem esta região pertencia, criou a Paróquia de “Boa Vista do Paiol Grande” dando-lhe São José como padroeiro. O primeiro Pároco foi o Pe. Vicente Testani, de 1919 a 1920. Em 1951 foi criada a Diocese de Passo Fundo, a quem passamos pertencer. Com a criação da Diocese de Erexim, em 1° de agosto de 1971 e por ser a Igreja mais antiga da sede diocesana, passou a ser Catedral. Na Catedral, o Bispo tem sua cátedra de magistério e de governo pastoral da Diocese. Desde 29/01/2012 seu 12° pároco é o Pe. Alvise Follador. Também aqui auxiliaram, como Vigário Paroquial, 53 padres. Atualmente o Vigário Paroquial é o Pe. Jean Carlos Demboski.

Para a celebração do centenário foi criada uma comissão formada por 15 pessoas que representam as diversas pastorais e serviços da paróquia. Esta comissão está encarregada de definir quais serão as atividades a serem realizadas ao longo do ano, a começar pela abertura do centenário, em agosto deste ano, até agosto de 2019. Em princípio, as atividades a serem realizadas envolvem os aspectos religiosos, culturais, sociais, de resgate histórico e desafios para sua caminhada.

Possível interpretação desta logomarca dos 100 anos da paróquia São José: A imagem do padroeiro São José estilizada, a partir da estátua do próprio padroeiro, auréola vitralizada, em tons verdes, que remete aos vitrais das janelas e portas da Catedral, o número 100 com o lírio característico de São José e os 16 pedaços dos vitrais, em tons amarelos, representando as 16 comunidades atuais da Paróquia: São José, Espírito Santo, São Caetano, Nossa Senhora de Fátima, Santa Lúcia, Nossa Senhora de Lurdes, Santo Antônio, São Pedro, São Roque, São Paulo, São Luís, Cristo Rei, Santo Isidoro, São Francisco, São Braz e Nossa Senhora do Rosário.

 Calendário para o Centenário da Paróquia – Este calendário, que está sendo entregue para a comunidade, indica as 40 celebrações que serão realizadas este ano até agosto do ano que vem, com alguns eventos de confraternização.

Agosto - 2018

15 QUA -18h30, Missa com o Colégio Franciscano São José.

16QUI -  18h30, Missa com o Colégio Marista Medianeira.

17SEX -  14h30, Missa com o Sacramento da Unção dos Enfermos;

              18h30, Missa com a Paróquia São Luís Gonzaga, Gaurama.

18SÁB -  16h, Missa.

19DOM - 9h, Missa Solene de abertura dos 100 anos da Paróquia São José;

             12h, Almoço no subsolo da Catedral.

Setembro

16 DOM - 18h, Missa com a Paróquia Nossa Senhora do Rosário, Barão de Cotegipe.

17 SEG-   18h15, Missa de São Zygmunt Felinski, Fundador da Congregação das Irmãs da Sagrada Família de Maria.

 Outubro

03 QUA - 15h, Missa dos grupos de idosos do município de Erechim.

21 DOM - 19h*, Missa da Juventude.

*Não havendo horário de verão, a Missa será às 18h.

Novembro

02 SEX -  9h e 19h*, Missa de Finados em memória aos antepassados da Paróquia São José.

10SÁB -  16h, Missa com o Sacramento da Crisma.

18DOM - 19h, Missa com as Paróquias São Valentim, Nossa Senhora da Glória, Erval Grande e São Roque, Benjamin Constant do Sul e Faxinalzinho.

*Não havendo horário de verão, a Missa será às 18h.

Dezembro

01 SAB – Assembleia Paroquial -  12h30, Almoço –

19 QUA - 20h, Culto Ecumênico de Natal.

Janeiro - 2019

20 Dom - 19h*, Missa com as Paróquias Nossa Senhora da Salete e São Cristóvão, Erechim.

*Não havendo horário de verão, a Missa será às 18h.

Fevereiro

17DOM - 18h, Missa com as Paróquias São Pedro e Nossa senhora Aparecida, Erechim.

Março

16 SÁB - 16h, Missa com o Sacramento da Unção dos Enfermos e presença das Comunidades São Caetano e Espírito Santo.

17 DOM - 9h e 18h, Missa do 2º Domingo da Quaresma.

18 SEG -  18h30, Missa com o Colégio Marista Medianeira.

19 TER -   18h30, Missa com o Colégio Franciscano São José.

Abril

21DOM - 9h, Domingo de Páscoa com o Sacramento do Batismo.

27SÁB - 16h, Missa com o Sacramento da Primeira Eucaristia.

Maio

01QUA - 7h30 e 18h15, Missas de São José Operário.

18SÁB -  16h, Missa com as Capelinhas domiciliares e Zeladoras.

19 SEG - 18h15, Missa de Santa Maria Bernarda, Fundadora da Congregação das Irmãs Franciscanas Missionária de Maria Auxiliadora.

Junho

06 QUI-18h15, Missa de São Marcelino Champagnat, Fundador do Instituto dos Irmãos Maristas

13 QUI - 18h15, Missa de Santo Antônio com bênção dos pães –

28SEX - 14h30, Missa do Sagrado Coração de Jesus com a Paróquia Sagrado Coração de Jesus, Paulo Bento e Apostolado da Oração.

Julho

21DOM - 18h, Missa com as Paróquias Santa Luzia e São Francisco de Assis, Erechim.

Agosto

14 QUA - 18h30, Missa com o Colégio Franciscano São José.

15 QUI -   18h30, Missa com o Colégio Marista Medianeira.

16 SEX -  14h30, Missa com o Sacramento da Unção dos Enfermos;

                18h30, Missa com as Comunidades São Caetano e Espírito Santo.

                17 SÁB - 16h, Missa.  19h30 – Jantar

18 DOM - 9h, Missa.

               17h, Missa Jubilar do Centenário da Paróquia São José.

               19h30, Confraternização – coquetel

---------------------------.

Hino do centenário, com letra e música do Pe. José Carlos Sala

CENTENÁRIO DE GRAÇAS

100 ANOS PARÓQUIA SÃO JOSÉ – CATEDRAL - EREXIM

Pe. José Carlos Sala

/:Centenário de graças,

De fé e evangelização.

Com São José, modelo que conduz

Os peregrinos, missionários de Jesus!:/

1 - Igreja que celebra sua história

na alegria e no louvor dos filhos.

A graça viva de quem faz memória,

a Deus cantamos neste estribilho.

2- As tantas mãos que trabalharam juntas,

na fé venceram adversidades.

Agradecemos por suas lutas tantas,

e por formarem a comunidade.

3- Deus é o autor de toda a vida humana,

está presente junto do seu povo,

do seu Espírito é que tudo emana,

e o caminho será sempre novo!