Notícia

Dom José fez a abertura do retiro anual dos padres da Diocese de Erexim na Casa de Espiritualidade em Veranópolis na tarde desta segunda-feira, apresentando o orientador do encontro, organizando o horário e fazendo a motivação para uma participação frutuosa de todos. Para o Bispo, o grupo, com a participação também de Dom Girônimo, não faz retiro sozinho, mas em união com o povo para o qual está a serviço em nome de Cristo.

Para o orientador, Pe. Rafael Lopez Villaseñor, é indispensável cada retirante deixar Deus falar ao coração, para redescobrir a sua missão na missão da Igreja, que ganha novo impulso com o Papa Francisco. Recordou a solenidade de Pentecostes, neste domingo, que marca o início da missão da Igreja.

Presidindo a celebração eucarística deste início do retiro, Dom José também referiu-se ao Pentecostes. Ressaltou que o vento e o fogo do Espírito varrem os medos de quem está a serviço do rebanho do Senhor. Observou que no ministério pastoral, enfrenta-se dificuldades diversas, mas com a força do alto, que se alcança pela oração, se pode superá-las. Lembrando Nossa Senhora no dia memória litúrgica de Mãe da Igreja, recentemente introduzida pelo Papa Francisco, destacou que a sua presença dá segurança materna para todos. Com sua ternura, no encontro vital com seu Filho, todos poderão refazer-se para ajudar o povo sedento de Deus.

Após a celebração, em jantar de confraternização, os padres tiveram momentos de alegre convivência.

Pe. Rafael Lopez Villaseñor

Nasceu no dia 04 de setembro de 1965, em Aranda, México. Fez o noviciado e a filosofia na Congregação dos Padres Xaverianos. Veio ao Brasil em julho de 1991. Fez a teologia na Faculdade N. Sra. da Assunção em São Paulo. Fez também mestrado em Ciências da Religião e Ciências Sociais na PUC de São Paulo. Foi ordenado padre no dia seis de janeiro de 1996. Como padre, foi vigário paroquial e pároco em São Paulo. Atualmente é superior da Congregação no País. É também assessor da Conferência dos Religiosos do Brasil, CRB.

A Congregação a que pertence foi fundada em 1895, por São Guido Maria Monforti, Bispo de Parma, Itália. Para patrono da escolheu, São Francisco Xavier, grande missionário jesuíta do século XVI que morreu na fronteira da China, para onde se dirigiu em missão. Seu objetivo era a missão na China. Inicialmente, os padres xaverianos eram enviados para aquele país. Em 1951, foram expulsos de lá pelo regime. Hoje, estão presentes em 22 países. A Congregação possui em torno de 800 membros. No Brasil, atuam no Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Amazônia.