Notícia

Esclarecimento da Diocese de Erexim sobre os tapetes de Corpus Christi em Aratiba

Os tapetes da procissão de Corpus Christi na sede paroquial São Tiago de Aratiba sofreram verdadeira adulteração momentânea depois que sua confecção estava praticamente pronta e os grupos que dela participaram já se terem retirado no final da manhã desta quinta-feira. Alguém, com intenções escusas, maldosas e com total falta de respeito com os símbolos da fé representados nesta tradição católica popular, colocou nos tapetes dizeres e desenhos previamente preparados, totalmente alheios e rejeitados pela coordenação da celebração local, tirou fotos e postou nas redes sociais, causando indignação e revolta a muitas pessoas.

O Conselho comunitário e outras pessoas das escolas, entidades e pastorais que, desde as seis horas da manhã, participaram da confecção dos referidos tapetes, dirigiram-se ao Pároco, Pe. Dirceu Balestrin, sempre muito zeloso em sua ação pastoral, que havia estado com eles durante toda a manhã, para verem o melhor procedimento a se tomar. Com a concordância dele, retiraram os mencionados dizerem espúrios e ofensivos, sentindo-se indignados e traídos em algo em que se haviam empenhado com alegria, generosidade e fé.

Ao fazer este esclarecimento, repudiamos veementemente tal intromissão na manifestação religiosa e cultural em Aratiba, lamentamos a compreensível inconformidade e aflição causada aos que viram a postagem de tal violação aos símbolos eucarísticos e alertamos para a disseminação fácil, maldosa e de consequências imensuráveis, muitas irreversíveis das chamadas “Fake News”, notícias falsas, das quais falou nosso Papa Francisco em sua mensagem para o 52º Dia Mundial das Comunicações Sociais, dia 20 de maio passado. Ao mesmo tempo, contamos com a retratação e reparação pública de quem assim procedeu, que é o mínimo a se esperar para não se tomar as medidas cabíveis.

Solicitamos também aos paroquianos, no espírito da correção fraterna recomendada pelo Evangelho (Mt 18, 15-18) que ajudem a quem praticou tal ação a reconhecer a grave falta cometida e a fazer a devida reparação. Ao mesmo tempo, solicitamos que todos permaneçam unidos e renovem seu amor à Santa Eucaristia, motivo e núcleo central da solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo.

Erechim, primeiro de junho de 2018.

Dom José Gislon, OFMCap

Bispo Diocesano de Erexim.