Notícia

Fiéis e sete ministros da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, da Igreja Evangélica Anglicana do Brasil e da Igreja Católica Romana realizaram encontro de oração pela unidade cristã na igreja anglicana, junto ao Colégio Barão do Rio Branco, na noite desta sexta-feira, 18, enfrentando a chuva que caia na região.

O roteiro da celebração seguiu o subsídio da semana de oração pela unidade cristã, preparado pelas Igrejas cristãs do Caribe, com o tema trabalho escravo e refugiados, tendo como lema a frase bíblica do livro do Êxodo “a mão de Deus nos une e liberta”.

Reverendo Rodrigo Espiúca, da Igreja anglicana, proferiu a homilia. Recordou que a região do Caribe como toda a América Latina foi marcada por desigualdade e injustiça do período da escravidão. Hoje, muitas pessoas, por não terem outra alternativa, se submetem a qualquer trabalho. Ainda continua trabalho análogo à situação de escravidão. Referindo-se à passagem do evangelho, lida no encontro, da cura da mulher que sofria de hemorragia há 12 anos por Jesus, ressaltou a discriminação que pesava sobre a mulher. Ele a curou de sua doença e restabeleceu sua dignidade porque para ele cada pessoa é importante. Alertou para o risco de não se reconhecer os irmãos e irmãs. É necessário, a exemplo de Cristo, reconhecer que o outro é igual a nós e então se pode viver a união.

Galeria de Fotos