Pesar do Papa pela morte, aos 86 anos, do cardeal francês Panafieu

Data:   14-11-2017



Pesar do Papa pela morte, aos 86 anos, do cardeal francês Panafieu

O Santo Padre expressou seu pesar pelo falecimento do arcebispo emérito de Marselha, na França, Cardeal Bernard Panafieu, morto na noite de domingo para segunda-feira (13/11) aos 86 anos de idade. 

Numa mensagem endereçada ao atual arcebispo de Marselha, Dom Georges Pontier, o Papa define o purpurado um “um pastor sábio que soube manifestar a bondade e o amor de Deus às pessoas que lhe foram confiadas”.

Ademais, Francisco recorda sua atenção “às situações de precariedade e à diversidade da população de sua arquidiocese”, dando “uma importante contribuição para o diálogo entre as culturas e as religiões, favorecendo, desse modo, uma convivência pacífica entre todos”.

Nascido em 26 de janeiro de 1931 na Arquidiocese de Poitiers, o Cardeal Panafieu foi ordenado sacerdote em 1956: tornou-se capelão universitário, sendo mais tarde, em 1974, eleito bispo auxiliar de Annecy. Em 1978 tornou-se arcebispo de Aix-em-Provence e, a partir de 1995, arcebispo de Marselha.

São João Paulo II criou-o cardeal no Consistório de 2003. Em 2006 tornou-se arcebispo emérito de Marselha. As exéquias do purpurado serão celebradas às 15h locais da próxima sexta-feira, dia 17, na catedral de Santa Maria Maior, em Marselha. Com sua morte o Colégio cardinalício fica agora composto de 218 cardeais, dos quais 120 eleitores e 98 não-eleitores. (RL)

Fonte: Rádio Vaticano