Voz da Diocese

Nascer e renascer
13/01/2019

Estimados Diocesanos! Diante de Deus, do mundo, da família, da comunidade, podemos sempre louvar e agradecer pelo dom da vida. Ela nos oferece, através das nossas escolhas, dos nossos passos, do nosso jeito de ser, do agir e interagir com as pessoas e a natureza, grandes oportunidades, para contribuirmos com os nossos pequenos gestos para um mundo mais justo, fraterno e solidário.

Podemos ter a tentação de querer sempre apontar os outros como os causadores dos males que afligem a humanidade e a nossa vida. Não quero de forma alguma, desconsiderar os males provocados por situações que não estão sob o nosso controle, mas nos agridem cotidianamente de várias formas, ferindo a nossa vida e a dignidade de vida de milhões de pessoas no mundo.

Por isso, gostaria de salientar o quanto é importante cada um de nós ter pequenas atitudes em relação à Casa Comum, à natureza, que ajudam a melhorar a nossa vida e a vida de muitos irmãos e irmãs. A cultura do individualismo e da indiferença é extremamente nociva à vida das pessoas e da comunidade, porque nada contribui para o bem comum. Este se  promove através de uma participação responsável em relação à coletividade.

Uma das necessidades básicas e vitais para o ser humano e toda a natureza é água. Ela é símbolo universal, necessidade primária de todos e de cada um em todos os continentes e culturas. Existe a sede da natureza por água, pela vida; existe a sede de água que atinge o nosso corpo, mas existe também uma sede que se refere ao coração e ao espírito, que não podemos menosprezar.

Neste domingo em que celebramos a Festa do Batismo do Senhor pelas mãos de João Batista no rio Jordão, não podemos deixar passar despercebido que o Espírito Santo O envolveu e uma voz do céu O apresentou ao mundo como o Filho amado de Deus, cuja missão era anunciar o Reino e redimir a humanidade subjugada pela dor do pecado. É um momento em que podemos recordar e celebrar também o nosso batismo, pois, através da água batismal, fomos lavados do pecado original para renascermos como novas criaturas em Cristo Jesus. Que não falte em tua vida, irmão e irmã, a água da natureza que sacia o corpo, nem a água do amor, da graça e da misericórdia divina que sacia a sede do teu coração.

Tende todos um bom domingo.

+ Dom José Gislon, OFMCap. - Bispo Diocesano de Erexim

- Dom Frei José Gislon