Voz da Diocese

O Senhor nos envia
28/10/2018

Estimados Diocesanos! Estamos concluindo a celebração do mês missionário, neste Ano Nacional do Laicato. Ele é marcado por uma intensa programação nas nossas comunidades, que visa conscientizar os fiéis sobre a importância e a responsabilidade de cada batizado manter vivo o mandato do Senhor Jesus “Ide, pois, fazei discípulos de todos os povos, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo,...” (Mt,28,19).

A fé cristã é antes de tudo encontro com o Senhor Jesus. É Ele que dá à nossa vida um novo horizonte, marcado pela esperança que não decepciona. Na Igreja, comunidade de fé, povo de Deus em missão e a caminho para a casa do Pai, somos convidados a nos colocarmos, como fez Maria de Nazaré, diante do crucificado e da cruz, num silêncio contemplativo, que nos ajuda a reler e rever a história da nossa vocação cristã, pessoal e comunitária, a partir do nosso “sim” diário ao Senhor. Um sim que fala ao mundo através do testemunho do nosso amor serviço, da nossa vocação de batizados e comprometidos com os valores do Evangelho.

Vemos muitas vezes, com tristeza, faltar o sal do amor serviço, do perdão e da reconciliação, que faz resplandecer o testemunho de fé, nas famílias, nas comunidades e na sociedade. Esquecemos que é este amor serviço que dá sentido à nossa vocação cristã. Não devemos ser cristãos, que permanecem na indiferença, mesmo diante das sombras de morte que ameaçam apagar a luz da vida, que ainda brilha no horizonte da fé do nosso querido povo. Maria, mãe solícita, viu as necessidades do casal e dos convidados nas bodas de Caná, e vê também com amor materno as necessidades que estão no coração de cada um de nós. Por isso, intercede por nós junto ao seu Filho Jesus, e continua dizendo ao nosso coração de filhos e filhas: “fazei tudo o que Ele vos dizer”.  

Quando nos reunimos em comunidade para celebrarmos a nossa vida de fé diante do Senhor, vivemos oportunidade para agradecermos por tudo o que ele nos oferece com amor e gratuidade. Mas também é momento para pedir ao Senhor que livre o nosso coração da penumbra da indiferença e do comodismo, para redescobrirmos a beleza da fé que faz de cada batizado um missionário do “Senhor Jesus”. Que a nossa fé esteja comprometida com a missão de defender a vida, sendo sal e luz num mundo que precisa de transformações.

Tende todos um bom domingo.

+ Dom José Gislon - Bispo Diocesano de Erexim

- Dom Frei José Gislon