Notícia

Medalha São Turíbio de Mongrovejo: reconhecido o trabalho de religiosa na Pastoral Carcerária

A medalha do santo peruano é entregue todos os anos a pessoas e instituições que se destacaram pelo trabalho em favor da Igreja no país. Desta vez, o reconhecimento foi dirigido a uma religiosa da Pastoral Carcerária e a três bispos, além de quatro instituições.

Todos os anos a Igreja do Peru reconhece o trabalho evangelizador realizado no país ao entregar a Medalha São Turíbio de Mongrovejo. O Santo, de origem espanhola, segundo arcebispo do Peru, falecido em 1606, foi respeitado e ouvido por muitos ao anunciar a Palavra de Deus e denunciar indígenas oprimidos e pobres abandonados na América.

A medalha leva o nome do santo, um bispo missionário que deu um grande impulso evangelizador no país. Um reconhecimento feito desde 2002.

Cerimônia de entrega da condecoração

Na última sexta-feira (17), os bispos da Conferência Episcopal do Peru, em decorrência do início de mais uma assembleia plenária, homenagearam quatro pessoas que se destacaram pela dedicação em favor da Igreja: a irmã Linda Ann Marzolo Fenoglio, da Congregação das Irmãs Missionárias da Sociedade de Maria (as irmãs maristas), pelos 44 anos de trabalho na Pastoral Carcerária; o bispo de Chulucanas, dom Daniel Turley Murphy, pelas Bodas de Ouro sacerdotais; o bispo de Chachapoyas, dom Emiliano Cisneros Martínez, e o bispo de Huaraz, dom Eduardo Velásquez Tarazona, ambos por ocasião das Bodas de Prata episcopais.

Já as quatro instituições homenageadas pelos bispos foram a Companhia de Jesus, pelos 450 anos de missão no Peru; a Congregação das Religiosas Franciscanas da Imaculada Conceição, pelos 135 anos de fundação; as Canonesas da Cruz, pelos 100 anos de atividades no país; e a Sociedade Missionária de São Paulo, pelos 50 anos de presença no país.

115ª Assembleia Plenária

Mais uma edição da assembleia plenária dos bispos do Peru teve início oficialmente nesta segunda-feira (20), quando o presidente da conferência local e também do Conselho Episcopal Latino-americano (Celam), arcedbispo Héctor Miguel Cabrejos Vidarte, presidiu uma celebração eucarística na Paróquia de Santo Antônio de Pádua, em Jesus Maria.

Em seguida, a sede da Conferência Episcopal vai dar espaço ao início dos trabalhos dos 52 bispos que irão analisar vários temas em espírito de comunhão e sinodalidade pelo bem da Igreja, além dos últimos acontecimentos vividos pela crise política no país. Durante a assembleia, também será eleito o secretário-geral e o presidente do Conselho Econômico da Conferência Episcopal do Peru.

Fonte: Vatican News