Notícia

Pós-graduação em Missiologia inicia suas aulas em Brasília

Com todas as 50 vagas preenchidas, aconteceu na manhã desta segunda, 20.01, a missa de abertura e aula inaugural da Pós-Graduação em Missiologia, realizada pelo Centro Cultural Missionário (CCM) em parceria com a Faculdade de Teologia da Arquidiocese de Brasília (FATEO). A aula inaugural foi proferida pelo reitor da FATEO, Pe. Godwin Uchego, com o tema “Missiologia como mãe de todas as disciplinas teológicas”.

As Pontifícias Obras Missionárias apoiam essa formação. Na cerimônia de abertura estiveram presentes Pe. Maurício Jardim, diretor das POM, Pe. Antônio Niemiec, secretário da Pontifícia União Missionária e coordenador da Pós-Graduação, Ir. Patricia Souza, secretária da Infância e Adolescência Missionária, e Pe. Badacer Neto, secretário da Propagação da Fé.

Pe. Antônio Niemiec avalia que esta formação é uma resposta muito positiva, como uma iniciativa da Igreja do Brasil e de todas as instâncias que colaboram. “Há um desejo, uma busca para o aprofundamento da vocação cristã missionária por excelência. Além disso, é uma possibilidade de aprofundar os conteúdos daquilo que a missiologia significa para nós cristãos. Acredito que a Igreja do Brasil tem que investir ainda mais para oferecer essas oportunidades. Essa iniciativa vai despertando outras ações, principalmente nos regionais e também nas dioceses. O desejo dos que promovem essa formação é que cada participante seja um multiplicador”, destacou o coordenador.

A Pós-Graduação tem como proposta oferecer aos participantes uma atualizada reflexão antropológico-cultural, bíblico-teológica e metodológico-pastoral, necessária à capacitação missionária, podendo dar oportunidade de fazer um caminho para viverem, com consciência e responsabilidade, sua vocação de discípulos missionários.

Segundo o diretor da FATEO, Pe. Godwin Uchego, essa formação tem grande importância para a Igreja. “Estamos vivendo um tempo em que se pede uma Igreja em saída. Igreja esta que não pode estar acomodada somente em seu ambiente, mas que tenha uma visão mais ampla. É um momento oportuno para que o espírito missionário possa impulsionar todas as pessoas para que se possa entender que o Evangelho não está só num âmbito perto de cada um de nós, mas que há muitos lugares que precisam receber a Palavra, lembrou Pe. Godwin.

Dentre os participantes da formação, Aracy Martignori, da Arquidiocese de Cascavel no Paraná, fala que sua principal motivação foi adquirir um maior conhecimento sobre missiologia para poder levar até os leigos de sua comunidade. “A missão tem uma dinâmica, por mais que você já tenha estudado, ela anda, se movimenta. E essa movimento nós devemos acompanhar. O seminarista Bernardo Afonso, da Diocese de Parnaíba, no Piauí, lembra que existe o desejo de aprofundar o conhecimento para que se possa melhor viver a sua vocação. “Estou vindo da uma experiência missionária na Amazônia e aguardava muito por esse curso. Vi pelos textos de estudo que teremos que nos disponibilizar a sair de si, tendo essa abertura para outras realidades, e perceber que a Igreja é universal”, destacou o seminarista.

O curso está estruturado em três módulos, sendo suas datas de forma presencial: 20 a 31 de janeiro de 2020 (1º módulo), 13 a 24 de julho de 2020 (2º módulo) e 18 a 29 de janeiro de 2021 (3º módulo).

Fonte: POM