Notícia

Semana da Vida Consagrada em Portugal propõe ação «verdadeiramente profética»

«Consagrados para evangelizar» é o tema das celebrações, de 26 de janeiro a 2 de fevereiro

A Igreja Católica em Portugal vai celebrar de 26 de janeiro a 2 de fevereiro a Semana da Vida Consagrada, este ano dedicada ao tema ‘Consagrados para evangelizar’, convidando a uma ação “verdadeiramente profética”.

“Consagrados para evangelizar, o lema escolhido para a Semana do Consagrado de 2020, aponta para a principal razão de ser de cada Instituto, Congregação ou Sociedade de Vida Apostólica. A Igreja, na sua pluralidade de expressões, existe para evangelizar na fidelidade ao mandato de Jesus Cristo e às inspirações do Espírito Santo”, refere o presidente da Comissão Episcopal das Vocações e Ministérios (CEVM), D. António Augusto Azevedo.

Numa mensagem divulgada pela Conferência dos Institutos Religiosos de Portugal, o bispo de Vila Real convida a uma nova “etapa evangelizadora”, que seja marcada por atitudes de “alegria e de novidade”.

“As várias formas de Vida Consagrada têm um contributo específico e decisivo a dar neste processo evangelizador. Tal como sucedeu nas grandes vagas da evangelização, em que foi essencial o papel das comunidades monásticas, das ordens e dos institutos missionários, também agora, essas e outras formas de consagração se revestem de grande importância”, assinala o responsável.

“O próprio estilo de vida comunitário e a vivência da pobreza, castidade e obediência são sinais proféticos que interpelam o mundo e disponibilizam para a missão”.

D. António Augusto Azevedo apresenta a Vida Consagrada como “um dos maiores tesouros da vida da Igreja”.

“As suas variadas expressões são prova de que, ao longo dos séculos, homens e mulheres crentes, iluminados pelo Espírito e cheios do fogo do amor Deus, souberam encontrar instrumentos adequados para a evangelização. No nosso tempo é necessário o discernimento para perceber o que Deus pede a cada pessoa e instituição”, aponta o presidente da CEVM.

O bispo de Vila Real espera que a Semana do Consagrado seja ocasião para “conhecer melhor esta realidade tão rica e multiforme da vida da Igreja”.

“É também oportunidade para reconhecer e valorizar o trabalho que os vários institutos e congregações desenvolvem ao serviço da sociedade, nos mais variados domínios”, prossegue.

Fonte: Agência Ecclesia